Acessar o conteúdo principal
França

França indicia suspeitos de planejar atentado durante a campanha

Foto dos dois supeitos Clément Baur (esq.) e Mahiedine Merabet (direita) detidos em 18/04/17
Foto dos dois supeitos Clément Baur (esq.) e Mahiedine Merabet (direita) detidos em 18/04/17 Handout / FRENCH POLICE / AFP
Texto por: RFI
2 min

Os dois suspeitos de planejar um atentado em plena campanha presidencial francesa foram indiciados neste domingo (23), anunciou a Promotoria de Paris. Eles haviam sido detidos durante uma investigação do serviço secreto sobre redes terroristas implantadas na capital.

Publicidade

Clément Baur e Mahiedine Merabet, detidos na terça-feira (11) em Marselha, foram indiciados por associação terrorista com o objetivo de preparar um ou vários crimes. Eles também sao acusados de aquisição, posse e transporte de armas e explosivos.

Nas operações de busca e apreensão após a detenção dos dois franceses, de 23 e 29 anos, foram encontrados três quilos de explosivos, armas e uma bandeira do grupo extremista Estado Islâmico (EI). As informações foram confirmadas pelo promotor de Paris, François Molins.

A prisão dos dois homens aumentou a tensão para a realização da eleição presidencial neste domingo. Para garantir a segurança durante o pleito, mais de 50 mil policiais, com o apoio dos militares da operação Sentinela, criada para prevenir atentados, foram mobilizados nos mais de 60 mil locais de votação.

A França foi atingida desde 2015 por uma série de atentados que mataram 239 pessoas. As forças de segurança descobriram quase 20 projetos de atentados desde o início de 2016, segundo o governo.

(Com informações da AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.